Enviado por: Maria Cristina Meirelles em 21/07/2021 10:30:00 28 leituras

Notícias Sem chuva significativa desde abril, SAAE reforça orientação para uso consciente de água

Sem chuva significativa desde abril, SAAE reforça orientação para uso consciente de água

A situação é crítica. Com chuvas muito abaixo da média desde o mês de abril, o SAAE reforça para a necessidade do uso consciente e racional da água. Dados do monitoramento pluviométrico da autarquia mostram que em abril choveu apenas 27,8 milímetros; em maio, 14,5; em junho, 78,1, este mês não houve registro de chuva e não há previsão de chuvas para os próximos dias.

O baixo volume de chuvas tem sido observado em todo o interior paulista, segundo relatório do Monitor de Secas, divulgado pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA). Alerta emitido pelo Sistema Nacional de Meteorologia (SNM) e por institutos de pesquisas meteorológicas colocam cinco estados brasileiros, entre eles São Paulo, em situação de emergência hídrica no período de junho a setembro. O déficit de chuvas já é considerado o mais severo dos últimos 50 anos. E, Garça, não está longe dessa realidade, os 782,8 milímetros de chuva acumulados de janeiro até agora são insuficientes para recuperar o período de seca. 

Buscando evitar o desabastecimento, o SAAE colocou em prática ações preventivas de um plano de contingência, com objetivo de se antecipar com medidas estratégicas num possível agravamento da disponibilidade hídrica durante o ano. Antes mesmo da conclusão total de todos os projetos referentes ao poço tubular profundo na região da B1, o SAAE já abriu processo licitatório para locação de bomba para captação de água do Sistema Aquífero Guarani. Além disso, tem realizado testes para melhoria da setorização da cidade com o intuído de monitorar a pressão e a demanda de água por região, e oferecer um sistema de mais eficiente e equilibrado.

A tecnologia também tem sido usada a favor do sistema de abastecimento de água na cidade. O sistema de telemetria adotado pelo Serviço Autônomo de Águas e Esgotos permite a transmissão remota de dados, gerando uma comunicação em tempo real das condições dos principais pontos de captação e reservatórios.

De acordo com o diretor do SAAE, André Pazzini Bomfim, com o risco de um novo e longo período de seca, não é possível descartar a possibilidade de que a cidade também sinta os reflexos dessa crise hídrica. "Estamos nos antecipando e contamos, com a população, para sentirmos de maneira menos severa a estiagem nos próximos meses”, comentou.


Para que a falta de chuva, que pode se tornar ainda mais comum nos próximos meses, tenha seus impactos minimizados, é importante o envolvimento de toda a comunidade por meio do uso consciente do recurso.

DICAS PARA UM CONSUMO CONSCIENTE DE ÁGUA

•    Mantenha a torneira fechada ao escovar os dentes, fazer a barba e ao ensaboar a louça. Ao escovar os dentes com o registro aberto, você gasta cerca de 13,5 litros de água em apenas dois minutos.

•    Tome banhos curtos. Mantenha o registro desligado enquanto se ensaboa. Isso gera uma economia de até 30 mil litros no ano.

•   Atenção aos vazamentos. Um buraco de apenas 2 milímetros na tubulação de uma única casa desperdiça 3.200 litros de água por dia.

•    Organize a louça antes de lavá-la. Use uma bacia para deixar os utensílios de molho, para amolecer a sujeira, lave toda a louça e enxágue tudo de uma única vez. Isso também ajuda na economia.

•    Evite lavar quintais com uso de mangueiras. Caso seja necessário lavar, utilize baldas. A água da máquina de lavar também é uma ótima opção para a reutilização de água.

 

OBS. As informações detalhadas do acompanhamento da situação de seca em todo o país estão disponíveis para consulta no site da ANA - www.ana.gov.br.