ETE do Rio do Peixe

Publicado em: Esgoto
Esta é a maior unidade de tratamento da cidade, responsável por 53% do esgoto produzido pela população garcense.

ETE DO RIO DO PEIXE

     Na ETE do Rio do Peixe, o sistema de tratamento adotado foi o das “Lagoas Aeradas”. Este processo de tratamento difere do das lagoas de estabilização utilizadas na estação do Rio Tibiriçá apenas pela forma como é fornecido o oxigênio às bactérias.

     Enquanto que nas lagoas de estabilização o oxigênio é produzido naturalmente pelas algas, nas lagoas aeradas o oxigênio é fornecido artificialmente por dispositivos mecânicos. 

 

 

 

Atualizado em: : 17/04/2014 10:09
Imprimir Página PDF E-mail
Design by: XOOPS UI/UX Team